Clínica Higashi

Londrina | PR : 43 3323-8744
Rio de Janeiro | RJ : 21 3439-8999

Tratamentos e Serviços

Terapia de Reposição Hormonal Masculina e Feminina

A terapia hormonal é indicada quando existe a diminuição e consequência deficiência hormonal em nosso organismo e é no envelhecimento aonde as suas deficiências mais acontecem. O envelhecimento é inevitável, mas isto não significa que não passamos fazer nada para amenizar o envelhecimento patológico ( ex: sarcopenia, osteoporose, depressão, perda da memória, sobrepeso e ou obesidade, fadiga e etc.)
A terapia hormonal é indicada quando existe a diminuição e consequência deficiência hormonal em nosso organismo e é no envelhecimento aonde as suas deficiências mais acontecem. O envelhecimento é inevitável, mas isto não significa que não possamos fazer nada para amenizar o envelhecimento patológico ( ex: sarcopenia, osteoporose, depressão, perda da memória, sobrepeso e ou obesidade, fadiga e etc.).

A evolução da história da humanidade é marcada por mudanças de paradigmas, por exemplo: alguém questionou a possibilidade de luz dentro de nossas casas, foi inventado então a lâmpada que inicialmente era a gás e depois evoluiu para elétrica. Alguém questionou se poderíamos conservar o alimento por mais tempo, foi inventado então a geladeira. Alguém questionou se poderíamos um dia voar, foi então inventado e aprimorado o avião.

As alterações fisicas e mentais do envelhecimento patológico estão sendo questionadas, embora ainda não seja possível impedir o processo físico do envelhecimento, podemos sim reduzir o risco de doenças do envelhecimento e também melhorar alguns aspectos clínicos do envelhecimento patológico. Apesar do envelhecimento ser um fenômeno natural, as suas alterações físicas e mentais não são desejáveis, pois o que incomoda no envelhecimento não é o avanço da idade mas sim as alterações biológicas que o envelhecimento traz ao indivíduo. Estas alterações biológicas é o que chamamos de senescência.

A senescência "normal" é caracterizada então por alterações na aparência física, cabelo, pele, músculos, osso, tecido gorduroso o que é observado em pessoas na média da mesma idade.  O cabelo se torna mais fino, quebradiço e aumenta a queda,  a pele fica mais fina e enrugada, aumenta-se a gordura corporal, principalmente a abdominal, ocorre também edema ao redor das pálpebras. O músculo pode se tornar flácido inclusive com queda dos músculos da face. Os ossos se tornam mais frágeis, aumentando a curvatura da coluna (cifose). Os órgãos internos também diminuem de tamanho, o cérebro por exemplo perde de 2 a 3 % do seu peso a partir dos 50 anos de idade, este fenômeno chamado de atrofia cerebral pode diminuir a velocidade do processo motor e mental no próprio envelhecimento dito como "normal", lembrando que em casos patológicos como na Doença de Alzheimer esta atrofia cerebral é ainda mais acelerada.




Sintomas como fadiga, depressão, ansiedade, insônia e problemas de memória tornam a vida ainda mais difícil com o envelhecimento. O reposição hormonal no envelhecimento (quando clinicamente e laboratorialmente indicando deficiência), associado a alimentação hormonalmente equilibrada, exercício físico e suplementação vitaminica adequada têm como objetivo minimizar ao máximo os fenômenos comuns do envelhecimento patológico como fadiga (cansaço), sarcopenia (perda muscular), distimia (diminuição do humor), perda de memória, aumento da gordura corporal, diminuição da libido e dor cronica, desta maneira, melhorar a vida do indivíduo de uma maneira global e ao mesmo tempo prevenir doenças de uma maneira pró-ativa. 

Em geral, exceto em condições patológicas como na doença de Alzheimer, o envelhecimento não afeta de forma drástica a personalidade do indivíduo mas pode alterar o nível de humor e a auto confiança, pois leva a diminuição da taxa de desempenho máximo de trabalho. Em nossos órgãos ocorre diminuição gradual de algumas funções como a capacidade respiratória máxima, fluxo sanguíneo renal, índice cardíaco, força muscular e velocidade de raciocínio mental.

A queda hormonal que se inicia ao redor dos 30 anos de idade, devido a diminuição da secreção hormonal de nossas glândulas declina consideravelmente nosso nível de energia (física, mental e sexual), a deficiência da testosterona no homem, por exemplo, esta ligado ao aumento do risco de doenças cardiovasculares, depressão, perda cognitiva, perda da massa muscular, aumento de gordura corporal, diminuição da libido e ereção matinal. A falta do estrogênio na mulher favorece a depressão, perda de memória, perda da lubrificação vaginal, perda da libido, diminuição do brilho da pele e uma redistribuição de gordura corporal na barriga além de favorecer a osteoporose. No tratamento hormonal do envelhecimento todas as deficiências hormonais devem ser corrigidas.


 


Então, porque devo envelhecer de maneira patológica se posso estar em meu pleno vigor físico e mental apesar do passar da idade? É com este questionamento que a medicina relacionou fatores do envelhecimento patológico que podem ser modificáveis como atividade física, dieta de equilíbrio hormonal (dieta em zona do tipo mediterrânea), suplementação nutricional (quando diagnosticado carências vitaminicas) e reposição hormonal (quando deficiente) .

Objetivos do programa
- Reduzir e em alguns casos, reverter o processo patológico de fadiga, fraqueza muscular, sarcopenia, perda óssea e etc.
- Buscar a melhora da performance sexual (quando comprometida);
- Reduzir a gordura corporal (quando aumentada);
- Aumentar a massa muscular (quando perda muscular ou sarcopenia);
- Melhora da memória (quando comprometida na avaliação neurológica);
- Elevar a capacidade físico-respiratória (quando comprometida no exercício);
- Obter máxima qualidade de vida buscando prevenção.
obs: não existe promessa de resultado pois todo tratamento médico depende da resposta individual de cada organismo além da aderência do paciente em seguir as orientações de mudanças no estilo de vida.

Bases do tratamento:
- Terapia de reposição hormonal masculina e feminina (quando clinicamente e laboratorialmente comprovado sua deficiência): Os hormônios começam a diminuir de 1 a 3 % por ano volta dos 25 a 30 anos de idade, isto contribui para os sintomas do envelhecimento. Hormônios são mensageiros químicos que controlam todo o processo de renovação, reparo, equilíbrio e síntese do metabolismo das proteínas. À medida que envelhecemos os hormônios gradualmente declinam e quando esta queda é ainda mais acentuado denominamos de deficiência hormonal que pode ser a origem de uma seqüência de fenômenos de caráter crônico associado a doenças do envelhecimento. A compreensão exata (conhecimento, domínio e aplicação) da fisiologia das múltiplas quedas hormonais (deficiências) com eficiência e segurança, constitui o mais alto grau de relevância para uma longevidade saudável.

- Atividade física e esportiva de moderada intensidade: O condicionamento aeróbico e a força muscular declinam 10% a cada década no adulto. A prescrição progressiva de exercícios pode melhorar a capacidade funcional reduzindo em 20 anos a idade biológica.

- Reeducação alimentar de baixo índice glicêmico (dieta do tipo mediterrânea ou dieta em zona): alimentos fazem grande diferença no nosso bem estar e funcionamento do organismo, por isto a dieta em zona esta provada na diminuição de doenças como infarto, câncer, Alzheimer, Parkinson, além de aumentar seu bem estar. Recente a revista americana Time publicou um estudo que evidenciou a vantagem da dieta de baixo índice glicêmico (dieta em zona) em relação a outros tipos de dietas,

- Suplementação nutricional e desintoxicação (quando presente): A quantidade adequada de vitaminas, minerais, ácidos graxos,  aminoácidos ajudam nosso organismo a evitar doenças, por outro lado, a contaminação do nosso organismo por pesticidas, agrotóxicos favorecem doenças. Por isso é importante equilibrar nosso organismo, repondo nossas carências vitaminicas e eliminando nossas toxinas. 

Como funciona:
Primeiramente cada paciente é avaliado através de uma consulta médica  Durante esta avaliação médica é analisada quais quedas hormonais entre outros fatores ( alimentação, stress, deficiências vitamínicas e etc) estão clinicamente acelerando o processo de envelhecimento patológico e influenciando negativamente na saúde do indivíduo.Nesta consulta será indicado realização de exames de acordo com a necessidade individual de cada pessoa. Somente após esta primeira avaliação  é traçado um plano de tratamento personalizado, otimizando seus pontos fortes e melhorando seus pontos fracos. Cada fator acima (terapia de reposição hormonal, atividade física, reeducação alimentar, suplementação nutricional e desintoxicação) agem de maneia sinérgico, ou seja, cada fator potencializa o resultado da outra ( ex: 1 + 1 = 3).




Newsletter
Cadastrar